DESTAQUES
Pesquisar

Como "La La Land - Cantando Estações" vai agitar a corrida pelo Oscar

Tudo indica que o musical "La La Land - Cantando Estações" fará uma varredura sem precedentes nesta temporada de prêmios - acompanhe a cobertura!
Quem diria que a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (Hollywood Foreign Press Association) teria a capacidade de surpreender tanto nesta temporada? Além das vitórias de Aaron Taylor-Johnson ("Animais Noturnos"), na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, e de Isabelle Huppert ("Elle"), na categoria de Melhor Atriz em Drama, o musical "La La Land - Cantando Estações" dominou o Globo de Ouro e ganhou todos os prêmios para os quais foi nomeado, incluindo Melhor Comédia ou Musical, com um recorde de sete vitórias no total. 

Mas será que o musical moderno de Damien Chazelle (o diretor mais jovem premiado pela HFPA) levará a estatueta do Oscar de Melhor Filme para casa? Quem acompanha as principais premiações de cinema sabe que o Globo de Ouro não costuma ser um dos termômetros mais confiáveis quando o assunto é Oscar. Dito isso, acho que vale a pena lembrar que a imprensa estrangeira ignorou nos últimos anos "Spotlight - Segredos Revelados" e "Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)", reconhecidos pela Academia com o Oscar de Melhor Filme. 

Enquanto os eleitores da Academia estão preenchendo suas cédulas (os indicados serão revelados no dia 24 de janeiro), quero tirar alguns minutos para analisar a supremacia de "La La Land - Cantando Estações" no Globo de Ouro (e nas demais premiações) e o que ela significa nesta corrida pelo Oscar.



Award Season 2017

O recorde de seis prêmios no Globo de Ouro foi estabelecido pelos filmes "Um Estranho no Ninho" (1975) e "O Expresso da Meia-Noite" (1978). Acolhido com louvor no Critics' Choice Awards, o musical "La La Land - Cantando Estações" acumula um total de 15 troféus até agora - a produção é favorita nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro, Melhor Canção Original e Melhor Trilha Sonora. 

Cenário

Os dois grandes dramas da temporada, "Moonlight" e "Manchester À Beira Mar", vão disputar cada voto para superar o favoritismo de "La La Land - Cantando Estações". Não acredito que as produções tenham poder para derrubar Damien Chazelle do trono, até porque a Academia gosta de reconhecer produções que mostram os bastidores da indústria cinematográfica, como a comédia "O Artista" (2011), de Michel Hazanavicius.

Um fator que pode prejudicar ainda mais "Moonlight", filme dirigido por Barry Jenkins, é a ascensão de Aaron Taylor-Johnson na categoria de Melhor Ator Coadjuvante (ele está fantástico e praticamente irreconhecível em "Animais Noturnos" - uma produção que foi salva pela atuação de seus coadjuvantes). Enquanto a crítica é só elogios para o desempenho de Mahershala Ali, o ator alavancou a campanha de "Moonlight" ao longo da temporada e agora conta com a entrega do Sag Awards para equilibrar a disputa. 



Dito isso, tudo indica que o musical de Damien Chazelle fará uma varredura sem precedentes nesta temporada de prêmios. E estou arriscando meu palpite antes do anúncio dos indicados ao Oscar! 

Mas não espere ver a dupla Emma Stone e Ryan Gosling no palco do Oscar com os troféus de Melhor Atriz e Melhor Ator em mãos. Na categoria feminina, a disputa está bastante acirrada com Natalie Portman ("Jackie") e Isabelle Huppert ("Elle") na liderança, enquanto Casey Affleck ("Manchester À Beira Mar") voa sozinho entre os favoritos ao prêmio de Melhor Ator.

Leia também - Emma Stone e Ryan Gosling vão roubar seu coração no musical "La La Land"
SalvarSalvar
SalvarSalvar



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


0 comentários on “Como "La La Land - Cantando Estações" vai agitar a corrida pelo Oscar

    Sua opinião é muito importante!