DESTAQUES
Pesquisar

“Creepy” marca o retorno de Kiyoshi Kurosawa ao gênero do terror

Após exibição especial na Berlinale 2016, Zeta Filmes leva “Creepy” ao circuito comercial brasileiro.
Após um incidente traumático, Takakura deixa sua carreira de detetive para trabalhar como professor de psicologia criminal e decide viver com sua esposa em uma nova vizinhança. Quando Nogami, com quem trabalhava na polícia, procura sua ajuda, ele acaba se comprometendo com a investigação de um antigo caso ainda não resolvido.

Nogami espera que, devido à sua formação, Takakura seja capaz de buscar nas memórias da garota Saki, uma explicação para o desaparecimento de sua família, ocorrido seis anos antes.

Enquanto ajuda Nogami, o ex-detetive acaba se envolvendo no mistério que ronda seus estranhos novos vizinhos, quando a adolescente Mio revela que aquele que é supostamente seu pai não passa de um completo estranho, e que não o conhece.

Dessa maneira, Takakura, que abdicara o cargo de detetive, se encontra enredado na investigação de dois casos diferentes, mas igualmente misteriosos.

Este é o mote de “Creepy”, 18º longa-metragem de Kiyoshi Kurosawa, que estreia em 17 de novembro. O filme marca o retorno do diretor ao horror, gênero no qual se consagrou como expoente nas décadas de 1990 e 2000, mas do qual se manteve afastado em seus últimos projetos. O filme foi exibido pela primeira vez no 66º Festival Internacional de Cinema de Berlim, e no Brasil, no Indie 2016, em setembro.

O diretor
Nascido em 1955 no Japão, Kiyoshi Kurosawa fez “Kandagawa Warsm” seu primeiro filme, em 1983. Tornou-se conhecido internacionalmente no final da década de 1990, com o thriller “A Cura” (1997), firmando-se como um dos cineastas mais importantes do horror japonês. Sua filmografia subsequente manteve-se consistente, recebendo diversos prêmios em festivais internacionais, como Cannes, Roma e Chicago.

Creepy (DCP, Japão, 2016, 130 min., 16 anos)
Direção: Kiyoshi Kurosawa
Roteiro: Kiyoshi Kurosawa e Chihiro Ikeda
Direção de fotografia: Akiko Ashizawa
Montagem: Koichi Takahash
Música: Yuri Habuka
Distribuição: Zeta Filmes
SalvarSalvar



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


0 comentários on ““Creepy” marca o retorno de Kiyoshi Kurosawa ao gênero do terror

    Sua opinião é muito importante!