DESTAQUES
Pesquisar

Benicio Del Toro, Tim Robbins e Olga Kurylenko estrelam o drama de guerra "Um Dia Perfeito"

Prêmio Goya de melhor roteiro adaptado: o filme usa humor ácido para contar a história de um dia na vida de agentes humanitários durante a guerra nos Balcãs em 1995.
Em uma zona de guerra dominada pelo caos, tarefas que parecem simples podem transformar-se em missões complicadas em um piscar de olhos. É nesse cenário, durante a Guerra dos Balcãs em 1995, que se passa "Um Dia Perfeito", sexto longa-metragem do diretor Fernando León de Aranoa (Segunda-Feira ao Sol). A produção, exibida na Quinzena dos Realizadores em Cannes 2015, estreia no Brasil em 21 de julho, com distribuição da Esfera Filmes.

O roteiro, vencedor do Goya, acompanha um grupo de agentes humanitários que tem a missão de retirar um cadáver de dentro de um poço. O morto foi colocado ali para contaminar a água, em uma forma primitiva de guerra biológica. As primeiras tentativas falham e os personagens precisam procurar por uma corda em um país devastado pelo conflito armado. As complicações do local e as barreiras linguísticas se mostram grandes adversários, criando situações cômicas em meio a um ambiente de tensão à flor da pele.

O longa é baseado no romance "Dejarse llover", de Paula Farias, escritora, médica humanitária e ex-presidente da ONG Médico Sem Fronteiras, que também assina o roteiro do filme. O livro encantou o diretor: “Fiquei cativado como o enredo do romance dela era simples, mas profundo. Porque o livro fala sobre a crueldade da guerra, mas o faz com um senso de humor e absurdos.” Fernando Aranoa tem autoridade no assunto, ele próprio estava presente na guerra dos Balcãs como documentarista.

Para o diretor, o cenário favorece explorar uma vasta gama de emoções: “O filme retrata a rotina daqueles que trabalham em um local onde nada é rotineiro. Eles têm forças e fraquezas, erros, boas ações, pequenos revezes. Tudo isso sem perder de vista de que salvar vidas não é um ato heroico em si. O heroísmo vêm da persistência.”

"Um Dia Perfeito" apresenta um elenco internacional de renome. Vencedor do Oscar por "Traffic: Ninguém Sai Limpo" (2000), o porto-riquenho Benicio Del Toro (Sicario: Terra de Ninguém) interpreta Mambrú. O ator especula sobre as motivações de seu personagem: “É sua última semana em campo, sua última semana de trabalho e ele está cogitando voltar para casa. Eu não sei se na verdade ele vai largar esse trabalho ou se aposentar, mas eu não sei se ele mesmo sabe. Ele está em uma fase desajustada, o que significa que às vezes ele pode quebrar ou flexibilizar as regras.”

Ganhador do Oscar por "Sobre Meninos e Lobos" (2003), o norte-americano Tim Robbins (Lanterna Verde) vive B: “Meu personagem está enfrentando uma situação difícil – uma zona em conflito nos Balcãs é em si repleta de tensão, mas quando algo tão essencial quanto água se torna comprometida, tudo se intensifica. B, como a maioria dos trabalhadores humanitários, gosta da adrenalina que recebe ao solucionar problemas no meio da desordem. Essas pessoas são parte bombeiro, parte pirata, com um humor ácido para ajudar o espírito a sobreviver.”

A ucraniana Olga Kurylenko (Oblivion) já foi a bond girl de "007 – Quantum of Solace" (2008) e interpreta Katya, uma conterrânea sua em "Um Dia Perfeito". Olga pondera sobre a função da personagem: “Ela faz avaliação e análise de conflitos. É um trabalho muito importante, e ela é muito séria, durona, esperta no que faz, mas com um senso de justiça. Ela ouve as regras, muito, mas não as segue sem contestar. Mas as regras são importantes para ela.”

O elenco também tem a presença da francesa Mélanie Thierry (Missão Babilônia), que fala sobre os apuros experimentados pelos personagens: “Procuramos por corda e uma bola. Esse é o centro da questão. É muito simples, mas significa muito para os personagens. Tudo tem de ser feito em um pouco mais de 24 horas. Precisamos triunfar, o que significa que precisamos ter energia, ser dinâmicos e estarmos alertas. Com certeza o filme precisa ser objetivo, precisa ser focado e duro e não perder tempo.”

A trilha sonora de
"Um Dia Perfeito" é um dos grandes destaques do filme, embalada por Lou Reed e The Velvet Underground - There Is No Time e Venus in Furs, The Ramones - Pinhead, Gogol Bordello - East Infection  e Marilyn Manson - Sweet Dreams (Are Made of This), além de uma bela interpretação de Where Have All the Flowers Gone na voz de Marlene Dietrich.

 

SINOPSE: Balcãs, 1995. Este é mais um dia comum para dois destemidos agentes de resgate que desafiam a morte e os absurdos da guerra. Um corpo é achado no único poço de água do vilarejo. Mambrú (Benicio del Toro)  lidera uma equipe encarregada de resolver a situação, composta pelo veterano B (Tim Robbins), pela novata Sophie (Mélanie Thierry) e por uma antiga parceira recém-chegada (Olga Kurylenko). Tentando superar a burocracia e as proibições para retomar o abastecimento, eles enfrentam a realidade nada glamourosa da vida em uma zona de conflito da única forma que eles sabem fazer: dotados de coragem altruísta e de uma boa dose de irreverência. Humor, Drama, Perigo e Esperança. Tudo cabe em Um Dia Perfeito.



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


0 comentários on “Benicio Del Toro, Tim Robbins e Olga Kurylenko estrelam o drama de guerra "Um Dia Perfeito"

    Sua opinião é muito importante!