DESTAQUES
Pesquisar

"O Começo da Vida": Documentário de Estela Renner terá sessões gratiutas

Entre os dias 5 e 8 de maio, o documentário "O Começo da Vida" está com sessões gratuitas nos cinemas da Rede Cinemark.
Uma das principais estreias da semana que antecede o Dia das Mães é o documentário da cineasta brasileira Estela Renner. "O Começo da Vida" faz uma análise aprofundada e um retrato apaixonado sobre os primeiros mil dias de um recém-nascido, o verdadeiro começo da vida de um ser humano, tempo considerado crucial pós-nascimento para o desenvolvimento saudável da criança, tanto na infância quanto na vida adulta, onde os pais precisam ter o maior cuidado, amor e carinho possível.

O documentário também mostra que um dos maiores avanços da neurociência é ter descoberto que os bebês são muito mais do que uma carga genética. O desenvolvimento de todos os seres humanos encontra-se na combinação da genética com a qualidade das relações que desenvolvemos e do ambiente em que estamos inseridos. O Começo da Vida convida todo mundo a refletir como parte da sociedade: estamos cuidando bem dos primeiros anos de vida, que definem tanto o presente quanto o futuro da humanidade?

Leia também: 25 filmes brasileiros que chegam aos cinemas em 2016

 

Elenco: JACK SHONKOFF, JAMES HECKMAN, VERA IACONELLI, RAFFI CAVOUKIAN, GISELE BÜNDCHEN, CHARLES A. NELSON III, ALISON GOPNIK, ANDREW MELTZOFF, PATRICIA KUHL
Direção: Estela Renner
Gênero: Documentário
Duração: 97 min.
Distribuidora: ** Outras **
Classificação: Livre



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


1 comentário on “"O Começo da Vida": Documentário de Estela Renner terá sessões gratiutas

    1. De acordo com a diretora Estela Renner, em entrevista hoje no programa Metropolis, o documentário está disponibilizado no site www.videocamp.com

      Ainda segundo a cineasta, para assisti-lo é preciso assegurar cinco pessoas como público mínimo para que o arquivo com o documentário seja enviado.

      Nesse sentido, vou contatar a escola da minha filha para fazer uma sessão para os pais, diretores e funcionários.

      Obrigado pelo texto.

      ResponderExcluir

    Sua opinião é muito importante!