DESTAQUES
Pesquisar

É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários anuncia lista de selecionados


O festival conta com 85 títulos de 26 países, sendo 22 estreias mundiais. "FOGO NO MAR", vencedor de Berlim 2016, abre festival em SP; "AS INCRÍVEIS ARTIMANHAS DA NUVEM CIGANA", no Rio.
De 7 a 17 de abril, o melhor do cinema documentário brasileiro e internacional ocupa as telas de São Paulo e do Rio de Janeiro no É Tudo Verdade - 21o Festival Internacional de Documentários. A 21ª edição traz em sua programação sete produções nacionais inéditas, selecionadas para a Competição Brasileira de Longas e Médias-Metragens. Também participam da Competição Internacional de Longas e Médias-Metragens doze documentários inéditos no país. 

Além das mostras competitivas, haverá sessões especiais em homenagem aos cineastas: Chantal Akerman, Ruy Guerra, Claude Lanzmann, Haskell Wexler. Também haverá programas especiais como O Estado das Coisas, Foco Latino-Americano, Retrospectiva Brasileira: Carlos Nader, Cinema Olympia, Mostra É Tudo Verdade/BNDES, 15a Conferência Internacional do Documentário – Petrobras, Circuito Spcine de Cinema e É Tudo Verdade no Itaú Cultural.

O evento qualifica curtas vencedores para inscrição junto a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood visando a disputa do Oscar de documentário de melhor curta-metragem.

Fundado e dirigido pelo crítico Amir Labaki, o festival conta com patrocínio do BNDES, ITAÚ e PETROBRAS; co-patrocínio da DESENVOLVE SP e SPCINE; e apoio institucional da RIOFILME. Conta também com o apoio do Ministério da Cultura - Secretaria do Audiovisual, através da lei 8.313/91 (Lei Rouanet) e da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – Programa de Ação Cultural/PROAC.

SESSÕES DE ABERTURA

A première latino-americana de "FOGO NO MAR" (Fuocoammare), de Gianfranco Rosi, e a estreia mundial de "AS INCRÍVEIS ARTIMANHAS DA NUVEM CIGANA", de Paola Vieira e Claudio Lobato, farão as sessões de abertura do É Tudo Verdade 2016 – 21ª Festival Internacional de Documentários, respectivamente em São Paulo (7/4) e no Rio de Janeiro (8/4).

“O festival deste ano não poderia ter aberturas mais cativantes, ainda que em estilos e por razões muitos distintos”, comenta Amir Labaki. "FOGO NO MAR" trata com incrível delicadeza e notável talento narrativo a crise humanitária dos refugiados na Europa. É uma enorme honra apresentá-lo em pré-estreia na abertura paulista e agradecemos profundamente a Gianfranco Rosi e a Jean Thomas Bernardini da Imovision por este privilégio”.

“Não tive a menor dúvida na aquisição dos direitos do "FOGO NO MAR" para o Brasil, Gianfranco Rosi já pode ser considerado um dos melhores documentaristas do século”, afirma Jean Thomas Bernardini. “Já ganhou Veneza e agora o Urso de Ouro em Berlim. O filme é imperdível, e à altura da abertura do prestigioso festival É Tudo Verdade!”.

“AS INCRÍVEIS ARTIMANHAS DA NUVEM CIGANA” é uma festa”, prossegue Labaki. “Paola Vieira e Claudio Lobato fizeram um filme colagem, divertido e amoroso, em extraordinária harmonia com o espírito daquele coletivo que marcou época na poesia marginal dos anos 1970. O festival é imensamente grato a eles por confiá-lo a nosso público da abertura carioca”.

Depois das sessões de abertura para convidados, ambos filmes serão apresentados em projeções abertas ao público nas duas cidades que sediam o festival.

FOGO NO MAR

Direção: Gianfranco Rosi

Itália, França, 108’ 2016

O filme focaliza a crise dos refugiados na Europa a partir de Lampedusa, na Sicília. Desde que começaram a chegar ali os primeiros barcos de refugiados, em 1991, a bucólica ilha de pescadores recebeu milhares de imigrantes em barcos precários vindos da África ou do Oriente Médio, na maior crise humanitária da Europa desde o final da II Guerra Mundial

AS INCRÍVEIS ARTIMANHAS DA NUVEM CIGANA 

Direção: Paola Vieira e Claudio Lobato 

Brasil-RJ, 82’, 2016

No Rio de Janeiro dos anos 1970, formou-se o coletivo artístico Nuvem Cigana, que reuniu poetas, artistas gráficos, fotógrafos e músicos. Apagando fronteiras entre arte e vida, de olho na utopia, tornaram-se uma geração que desbravou caminhos, antes que a indústria cultural dominasse o panorama.

*Todas as sessões são gatuitas e para ver a seleção completa, acesse o site oficial do É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários.



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


0 comentários on “É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários anuncia lista de selecionados

    Sua opinião é muito importante!