DESTAQUES
Pesquisar

Desigualdade de gênero no cinema: apenas 9% dos diretores são do sexo feminino

Na imagem, Lois Weber - uma das pioneiras que marcaram a história do cinema (saiba mais).
Segundo um estudo realizado pela The New York Film Academy, durante os anos de 2007 e 2012, apenas 10.7% dos filmes avaliados trazem um elenco equilibrado e 26.2% das atrizes protagonizam algum tipo de nudez em cena, enquanto apenas 9.4% dos atores fazem o mesmo.

Os dados não apresentam nenhuma novidade, pois a questão da igualdade de gênero é um dos assuntos mais debatidos da atualidade. Mas como estamos em um mês dedicado às mulheres, é preciso chamar atenção para o assunto. As estatísticas refletem o comportamento das bilheterias norte-americanas, mas elas também servem de exemplo para o mundo inteiro. 

Também foi revelado que apenas 9% dos diretores são do sexo feminino, sendo que 34.5% das mulheres costumam realizar documentários e apenas 16.9% dirigem filmes de narrativa. Kathryn Bigelow (a única vencedora do Oscar), Ava DuVernay e Sofia Coppola fazem parte da estatística e são alguns dos nomes mais influentes da indústria cinematográfica. Lake Bell e Sarah Polley estão entre as diretoras emergentes.

Lizbeth Salander ("Millenium: Os Homens Que Não Amavam as Mulheres"), Katniss Everdeen ("Jogos Vorazes") e Merida ("Valente") são consideradas algumas das personagens mais inspiradoras da última década no cinema. Elas são sinônimos de coragem, inteligência, lealdade e força.

Mesmo com Angelina Jolie, Jennifer Lawrence, Kristen Stewart e Jennifer Aniston liderando a lista das mais bem pagas de Hollywood, os maiores salários da indústria continuam nas mãos dos atores. Eles somaram um total de $466 milhões versus $181 milhões recebidos pelas atrizes em 2013, segundo a Forbes.

A desigualdade de gêneros também afeta a participação feminina em premiações, onde 77% dos membros que votam na Academia são homens, e apenas 7% das mulheres ganharam o Oscar de Melhor Filme como produtoras. É preciso acreditar que as mudanças vão atingir a indústria cinematográfica e que a Academia também fará sua parte para reconhecer as minorias.

Mesmo estando diante de dados tão preocupantes, é muito bacana ver que alguém investigou a participação feminina no cinema e compartilhou as estatísticas com o mundo (veja abaixo). Mas também é legal ver como este debate está mais vivo do que nunca e como as mulheres estão se destacando no mercado nacional e internacional, com Anna Muylaert participando pelo segundo ano consecutivo do Festival de Berlim, e novos nomes se destacando a cada temporada - confira as cineastas de maior destaque de 2015.


New York Film Academy takes a look at gender inequality in film
Courtesy of: New York Film Academy
 



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


0 comentários on “Desigualdade de gênero no cinema: apenas 9% dos diretores são do sexo feminino

    Sua opinião é muito importante!