DESTAQUES
Pesquisar

Saiba mais sobre os indicados ao Oscar de Melhor Documentário em 2016

Não deixe de acompanhar nossa cobertura das principais premiações do cinema!
Pelo segundo ano consecutivo, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas está vivendo um período de grandes críticas pela falta de diversidade entre os indicados. Felizmente o debate serviu para promover mudanças no quadro de membros votantes da Academia, e também fez com que Hollywood movimente-se em torno da questão.

Mas existe uma importante categoria do #Oscars2016 que merece mais atenção do público, justamente por abordar a diversidade cultural. Trata-se dos concorrentes ao Oscar de Melhor Documentário. As produções selecionadas trazem histórias sobre dois ícones da música internacional, relatam o genocídio na Indonésia, a guerra contra as drogas e a luta pela liberdade na Ucrânia.

É por isso que hoje vou falar um pouco mais sobre os cinco indicados nesta categoria. Espero que gostem da matéria!

Veja também: Nove filmes indicados ao Oscar são baseados em histórias reais;
A lista completa de indicados ao Oscar 2016;

Opinião sobre a polêmica #OscarsSoWhite

1. The Look of Silence ou O Peso do Silêncio

Joshua Oppenheimer levou mais de uma década para finalizar "The Look of Silence", ele também foi responsável por "O Ato de Matar", indicado ao Oscar em 2014. Mas seu novo documentário mostra a busca de uma família da Indonésia por justiça, após o genocídio de 1965. Estima-se que 1 milhão de pessoas foram mortas pelo governo, que continua no poder até hoje, sem sofrer qualquer abalo.

A produção, dirigida por Oppenheimer, se destaca como um marco para as gerações da Indonésia, promove uma discussão internacional e mostra a luta por justiça, 50 anos após o genocídio.


2. Cartel Land

Este documentário envolvente, dirigido por Matthew Heineman, mostra o papel dos grupos de vigilantes que atuam nos dois lado da fronteira, entre EUA e México, na guerra contra o tráfico de drogas. "Cartel Land" realiza perguntas importantes sobre a ilegalidade, a quebra da ordem e se o cidadão pode combater violência com violência.

 
3. Winter on Fire: Ukraine's Fight for Freedom

Este documentário da Netflix mostra a luta do povo da Ucrânia pela democracia. As filmagens aconteceram durante 93 dias, no epicentro da revolução em Kiev. Pelo menos 106 manifestantes foram mortos pelas autoridades e mais de 900 pessoas ficaram gravemente feridas, enquanto o presidente deposto e seus companheiros fugiram do país. O documentário explica qual é o significado da revolução para a população.


4. What Happened, Miss Simone?

Em mais uma produção da Netflix, o documentário, dirigido por Liz Garbus em colaboração com a própria filha de Nina Simone, narra a vida desta cantora, pianista e ativista social, que viveu entre 1933-2003. Usando gravações inéditas, imagens raras, diários, cartas e entrevistas com pessoas próximas a ela, o documentário faz um retrato de uma das artistas mais incompreendidas de todos os tempos.


5. Amy

A morte repentina da talentosa Amy Winehouse, aos 27 anos de idade, chocou o mundo em 2011. Vencedora de seis prêmios Grammy, ela lutava contra seus demônios pessoais. Este documentário também revela que a fama, fortuna e as pessoas ao seu redor contribuíram para seu trágico destino.  

O documentário obriga os espectadores a ver Amy de uma perspectiva diferente - com a ajuda de inúmeras entrevistas e imagens de arquivo. Vencedor do Critics' Choice Awards, ele é um dos grandes favoritos do público.

 



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


0 comentários on “Saiba mais sobre os indicados ao Oscar de Melhor Documentário em 2016

    Sua opinião é muito importante!