DESTAQUES
Pesquisar

Resenha: David Oyelowo vive Martin Luther King Jr. no filme "Selma"

Indicado a 2 Oscars, melhor filme e canção original, “Selma” é estrelado por David Oyelowo, Carmen Ejogo, Tim Roth, Giovanni Ribisi, Tom Wilkinson e Oprah Winfrey. Veja também: 10 curiosidades sobre o filme.
Há muita polêmica cercando a falta de diversidade no cinema e as indicações ao Oscar em 2015. Na última temporada, o filme que levou a estatueta foi “12 Anos de Escravidão”, um longa sobre o triste histórico da escravidão nos Estados Unidos. Igualdade racial, preconceito e escravidão são temas recorrentes no cinema. “Selma” provou que os desafios mostrados no filme permanecem atuais, um bom exemplo é a revolta na cidade de Ferguson, nos Estados Unidos.

Neste ano, “Selma” é o grande representante da diversidade, com a cinebiografia do pastor protestante e ativista social Martin Luther King Jr (David Oyelowo). O filme acompanha a busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana e a marcha realizada por King, entre as cidades de Selma e Montgomery, em 1965.

O roteiro original foi escrito por Paul Webb e despertou o interesse de diversos diretores, como Michael Mann, Stephen Frears, Paul Haggis, Spike Lee e Lee Daniels. O filme possui o selo de aprovação de Oprah Winfrey e Brad Pitt, dois dos produtores de “Selma”. O lançamento não poderia acontecer em uma época tão conveniente, antes do aniversário de 50 anos da marcha história no Alabama.

Com um orçamento de $20 milhões, Ava DuVernay foi a diretora escolhida para o projeto. “Selma” não segue o padrão de outras biografias. DuVernay capturou o movimento de luta pelos direitos eleitorais por inteiro, mostrando a gravidade dos fatos, o moralismo e a inteligência por trás das marchas que aconteceram na cidade de Selma. A diretora também enfatizou a maestria de King em organizar sessões estratégicas e o espírito das marchas pacíficas.

Mesmo com cenas de extrema violência, a brutalidade apresentada na tela é apropriada para tentar reproduzir o que foi o famoso “Bloody Sunday”. Na cena onde os manifestantes foram atacados na ponte, DuVernay trabalhou com o efeito produzido pela nuvem de gases lançados no ar. A câmera capturou o desespero dos manifestantes com muito realismo, não é fácil encarar de frente aquele batalhão de policiais com sangue nos olhos e nas mãos. 

O ponto fraco de “Selma” é os bastidores das negociações com o presidente. Historiadores afirmam que a hesitação de Lyndon Johnson não é verídica, ele sempre apoiou o movimento de King. Outro destaque é a cena onde Tom Wilkinson confronta o personagem de Tim Roth, um governador racista do Alabama. Ambos estão ótimos em seus papéis de coadjuvantes, mas quem realmente rouba a cena é o protagonista.

David Oyelowo é de origem britânica e admitiu que o seu sonho sempre foi viver King no cinema. Seu pedido foi atendido e mal posso esperar para ver qual será o próximo passo deste ator, esnobado durante as indicações ao Oscar. Ele trouxe sutileza, confiança e carisma para o papel, e conseguiu explorar o poder de oratória de King com maestria.

A trilha sonora é divina. É praticamente um personagem do filme, feita sob medida para arrancar suspiros. “Glory” é a canção principal e a grande favorita ao Oscar em 2015. Os autores, John Legend e Common, também são os intérpretes da música e provavelmente levarão a estatueta para casa.

“Selma” é um dos filmes de maior impacto da temporada. Mesmo aqueles que conhecem a história de King e da luta na cidade de Selma, serão surpreendidos. O filme mantém um clima de suspense constante e também não pretende dar uma lição de moral em seus espectadores. Desde o primeiro instante, você percebe a seriedade do assunto e o comprometimento em homenagear todos os envolvidos neste movimento histórico.

Veja também: Top 10 - Curiosidades sobre o filme "Selma"



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


0 comentários on “Resenha: David Oyelowo vive Martin Luther King Jr. no filme "Selma"

    Sua opinião é muito importante!