DESTAQUES
Pesquisar

Oscar 2013 - As lições aprendidas com as indicações da Academia

Há seis semanas da cerimônia de entrega dos prêmios da Academia, as indicações anunciadas ontem (10) causaram polêmica nos principais meios de comunicação e entre os amantes do cinema. Pensando nisso, vamos avaliar as indicações e comentar as lições que a Academia quer passar com seus escolhidos.

Os três gigantes

Com 9 indicados, a categoria de Melhor Filme não trouxe grandes surpresas. A indicação de "Amor" e "Indomável Sonhadora" agradaram muito, apesar de lamentar a ausência de "Moonrise Kingdom". Agora é possível dizer que os grandes concorrentes são "Lincoln", "O Lado Bom da Vida" (Silver Linings Playbook) e "As Aventuras de Pi" (Life of Pi), todos indicados na categoria de Melhor Direção. O último filme que ganhou Oscar sem ser duplamente indicado nesta categoria foi "Conduzindo Miss Daisy" (Driving Miss Daisy) em 1989. A ausência das indicações de Kathryn Bigelow (A Hora Mais Escura), Ben Affleck (Argo) e Tom Hooper (Os Miseráveis) enfraqueceram as chances de seus filmes na categoria principal.

A indicação que mudou tudo
Já na categoria de Melhor Atriz, as coisas ficaram cada vez mais definidas. Jessica Chastain (A Hora Mais Escura) e Jennifer Lawrence (O Lado Bom da Vida) eram apontadas como as grandes favoritas ao prêmio. Mas com a tão merecida indicação de Emmanuelle Riva (Amor), ela se tornou oficialmente a favorita ao Oscar em 2013. Vale lembrar que a atriz de 86 anos foi premiada na última edição do Festival Internacional de Cinema de Cannes.

O perdão da Academia
Joaquin Phoenix não dá a mínima para o que você pensa dele. Com uma legião restrita de fãs e um talento nato pela sétima arte, Phoenix também não é um dos queridinhos da Academia. Há alguns anos, ele causou polêmica com comentários maldosos e muitos palavrões ao tentar descrever o que a seleção da Academia significava para ele. Sua atuanção em "O Mestre" (The Master) arrancou elogios da crítica e apesar de todas as dúvidas, Phoenix recebeu uma indicação na categoria de Melhor Ator, provando que a Academia não está tão injusta nesta temporada.

A categoria mais disputada
A categoria de Melhor Ator Coadjuvante possui a disputa mais acirrada desta edição. Apesar de muitos lamentarem as ausências de Leonardo Di Caprio (Django Livre), John Goodman (Argo) e Javier Bardem (Operação Skyfall), os cinco indicados dividem as mesmas chances de ganhar a cobiçada estatueta dourada. Tommy Lee Jones, Christoph Waltz, Robert De Niro, Philip Seymour Hoffman e Alan Arkin já ganharam o prêmio da Academia em edições anteriores e talvez com a entrega do Globo de Ouro 2013, neste domingo (13), a categoria ganhe um favorito.

Os riscos da Academia
Famosa por esnobar trabalhos mais ousados e polêmicos, a Academia conseguiu surpreender em 2013. A categoria de Melhor Filme abriga candidatos bem variados. Temos um retrato mágico e realista em um mundo pós Katrina, um western violento sobre o período da escravidão nos Estados Unidos, uma meditação sobre religiões em 3D, o último lançamento da era Spielberg, um suspense de quase 3 horas de duração e um filme de Michael Haneke. "Argo" talvez seja o filme mais convencional entre os indicados em 2013.  



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


4 comentários on “Oscar 2013 - As lições aprendidas com as indicações da Academia

    1. Não sei se a Emmanuelle Riva se tornou favorita. Ela ganhou em Cannes, mas isso não quer dizer muita coisa para a Academia. Diferentemente de Daniel Day-Lewis, o prêmio mais certo da noite.

      Concordo que a categoria de ator coadjuvante está disputadíssima, imprevisível mesmo. Mas acho que Robert De Niro e Tommy Lee Jones estão à frente porque seus filmes estão muito elogiados.

      No geral, gostei. Claro que há algumas omissões, pois é impossível agradar a todos, mas ver filme como "Indomável Sonhadora" e "Amor" indicados dá uma baita satisfação, além, claro, de "As Aventuras de Pi", filme que adorei.

      ResponderExcluir
    2. Eu tenho dúvidas sobre a premiação do Daniel Day-Lewis, ainda não sei se a Academia vai querer vê-lo bater agora o recorde de oscars para ator principal, pode parecer bobagem mas este tipo de coisa conta muito para os votantes...

      ResponderExcluir
    3. Tenho Day-Lewis como favorito mas concordo com o Bruno, ele irá se tornar o recordista. Creio que atriz não será Riva, a Academia já premiou franceses demais, coisa que ela também não costuma fazer. Infelizmente esse conservadorismo tira méritos merecidos e premia uma política sem graça!

      ResponderExcluir
    4. Minha favorita a Melhor Atriz é Emanuelle:

      https://cinemagia.wordpress.com/2013/02/12/oscar-20122013-melhor-atriz/

      Um abraço,
      Tommy
      https://cinemagia.wordpress.com/

      ResponderExcluir

    Sua opinião é muito importante!