DESTAQUES
Pesquisar

Oscar 2012 - Análise dos vencedores

Neste domingo (26) foram entregues os prêmios da Academia em uma cerimônia comandada pelo veterano Billy Crystal. "O Artista" e "A Invenção de Hugo Cabret" empataram com 5 estatuetas, sendo o filme mudo, o grande vencedor da noite. Com um clima nostálgico no ar, Billy Crystal comandou com muita classe e carisma toda a cerimônia, provando que a Academia tentou se redimir do fiasco de 2011, ao escolher Anne Hathaway e James Franco para comandar a premiação.

Em um balanço geral, o Oscar 2012 não teve tantas surpresas como esperado. "Histórias Cruzadas" não foi o spoiler da noite, Woody Allen não compareceu para receber seu prêmio, Viola Davis não roubou a estatueta de Meryl Streep e a tecnologia não colocou Martin Scorsese no topo. Apesar de gostar da maioria dos indicados e vencedores, não tem como negar que essa edição decepcionou no fator emoção, principalmente ao excluir filmes como "Drive", "Melancolia" e "Precisamos Falar Sobre Kevin" da lista de indicados. As ausências de Tilda Swinton, Ryan Gosling e Michael Fassbender também foram sentidas.

As surpresas da noite ficaram por conta de "Os Homens Que Não Amavam As Mulheres" receber o Oscar de Melhor Edição, a vitória de "The Shore" na categoria de Melhor Curta-Metragem e "A Árvore da Vida" saiu de mãos vazias do Oscar, provando que Terrence Malick não é adorado pela Academia.

Veja a seguir a lista completa e comentários sobre os vencedores do Oscar 2012:

Melhor filme: O Artista
Melhor diretor: Michel Hazanavicius - O Artista

"O Artista" faturou o grande prêmio da noite, provando ser o filme de maior destaque da temporada. Não deve ser uma tarefa fácil desenvolver um filme mudo em uma geração movida pela tecnologia. Mas a Academia soube reconhecer o esforço de Michel Hazanavicius, juntamente com a carismática atuação de Jean Dujardin, ao lado do mascotinho Uggie.


Melhor Ator: Jean Dujardin - O Artista
Melhor Atriz: Meryl Streep - A Dama de Ferro
Melhor Ator Coadjuvante: Christopher Plummer - Toda Forma de Amor
Melhor Atriz Coajuvante: Octavia Spencer - Histórias Cruzadas

Meryl Streep levou os cinéfilos a loucura e teve o melhor discurso da noite, provando porque ela é tão admirada pelo público e crítica. Aposto que Viola Davis não ficou muito contente. Christopher Plummer também seduziu a platéia com seu discurso, enquanto Octavia Spencer chorou e chorou...


Melhor Roteiro Original: Meia-noite em Paris 
Melhor Roteiro Adaptado: Os Descendentes
Melhor Filme Estrangeiro: A Separação (Irã)
Melhor Animação: Rango

Woody Allen ganhou merecidamente o Oscar por "Meia-noite em Paris", seu melhor trabalho desde "Match Point". A também esperada vitória de "Os Descendentes" trouxe um pouco de reconhecimento para a carreira de Alexander Payne. E o Irã comemorou seu primeiro Oscar com o maravilhoso "A Separação".


Melhor Fotografia: A Invenção de Hugo Cabret
Melhor Direção de Arte: A Invenção de Hugo Cabret
Melhor Figurino: O Artista
Melhor Maquiagem: A Dama de Ferro

O Oscar de Melhor Fotografia surpreendeu muita gente que apostava fielmente em "A Árvore da Vida", mas é normal ver a Academia cometer esse tipo de gafe, especialmente em um ano onde dois filmes dominaram a disputa. Devo admitir que fiquei um pouco decepcionada por não ver "Jane Eyre" receber o Oscar de Melhor Figurino.



Melhor Trilha Sonora: O Artista
Melhor Canção Original: The Muppets
Melhor Edição de Som: A Invenção de Hugo Cabret
Melhor Mixagem de Som: A Invenção de Hugo Cabret
Melhor Edição/Montagem: Os Homens Que Não Amavam As Mulheres
Melhor Efeito Especial: A Invenção de Hugo Cabret

Carlinhos Brown e Sergio Mendes perderam o Oscar, o que já era esperado sendo que a animação "Rio" não foi reconhecida pela Academia com uma indicação. O remake da trilogia Millenium, "Os Homens Que Não Amavam As Mulheres" recebeu uma inesperada estatueta (que deveria ser de Drive, mas o filme não foi indicado). O pior foi descobrir que Rubens Edwald Filho disse que a Rooney Mara foi mal dirigida por David Fincher.

Melhor Documentário: Undefeated
Melhor Documentário em Curta-Metragem: Saving Face
Melhor Curta de Animação: The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore
Melhor Curta de Ação: The Shore


Os prêmios da Academia marcaram o fim da temporada de premiação do cinema e a nossa cobertura do Oscar 2012 rendeu a primeira vitória do Película Criativa no Bolão organizado pelo DVD, sofá e pipoca. Até 2013!



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


13 comentários on “Oscar 2012 - Análise dos vencedores

    1. epa acertou o bolão? quem sabe sabe né Diva!
      Bom, não vi a premiação, estava enfiada num ônibus de volta pra geladeira curitibana =(

      Eu queria que dessem um Oscar para o cachorrinho de "O Artista", merecia aquele bicho, me fez chorar hahaha

      ResponderExcluir
    2. muito bom o seu blog
      Siga o meu que seguirei o seu

      ResponderExcluir
    3. Olá, concordo contigo. Fizeram falta "Melancolia" e "Precisamos Falar Sobre Kevin", mas todo ano o Oscar comete injustiças e sempre deixa bons filmes de fora... "Drive" só teve uma indicação,mas não levou
      http://cinemaemidia.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    4. Bem lembrado sobre a ausência de "Melancolia"! O meu favorito era "A árvore da vida"! Complexidade é algo que o Oscar não gosta! Uma pena!

      ResponderExcluir
    5. Eu fiz um texto para o que teria de diferencial esse Oscar 2012. E depois, nos comentários, deixei as minhas impressões das premiações: http://cinemaeaminhapraia.com.br/2012/02/26/e-o-oscar-2012-vai-para/

      Concordo que faltou Ryan Gosling na lista dos 5!

      ResponderExcluir
    6. Ganhou quem mereceu...e viva o cinema mais clássico onde a atuação e história ganham de efeitos e técnicas cada vez mais modernas que dispensam os atores. Ganhei minhas apostas todas em palpites!

      ResponderExcluir
    7. Acho "O Artista" um bom filme, mas só. Considero "Hugo Cabret" um filme bem superior, mas quiseram atender o lobby dos Weinstein (como no ano passado).

      ResponderExcluir
    8. Continuo com minha opinião de achar que O Artista se não fosse preto e branco nem mudo passaria despercebido pela academia... Mas enfim, valeu pela ousadia de Hazanavicius... No mais, algumas decepções como Rio ter perdido como melhor canção original!! Acho que os principais prêmios não tivemos surpresas...

      O Cinéfilos de Plantão traz alguns destaques da noite!

      http://cinefilosdeplantaobr.blogspot.com

      Um abraço!

      ResponderExcluir
    9. Parabéns pela vitória no bolão. Foi um festa de poucas surpresas e algumas ausências. Mas, se não fosse assim não seria o Oscar.

      ResponderExcluir
    10. Oi Pelicula! Não conhecia o blog. Gostei bastante e pretendo acessar mais seguido. Concordo com todas observações aqui conferidas sobre a cerimônia do Oscar deste ano. Dois filmes dominaram e deixaram de lado outros ótimos exemplares de cinema. Um abraço

      ResponderExcluir
    11. Esses sim, são os Blogs que encantam-me.
      De todo cinema, deixo o meu lema..
      Que venha da escrita, toda dor|amor que
      se alinha.

      Sigo-te.
      Seja bem-vindo no 'Cinema Mudo',
      o Blog meu.

      Um abraço!

      ResponderExcluir
    12. Faltou DiCaprio. Um absurdo. Ele está ótimo em J. EDGAR. Dujardin não tem futuro.
      Cumprimentos cinéfilos!

      O Falcão Maltês

      ResponderExcluir
    13. Pelo menos eu posso dizer que presenciei a vitória de Meryl Streep no Oscar! Momento histórico, rs

      Abs,
      aqueleamordecinema.blogspot.com

      ResponderExcluir

    Sua opinião é muito importante!