DESTAQUES
Pesquisar

Críticas: L'auberge espagnole & Les poupées russes

"L'auberge espagnole"
Quero falar um pouco sobre o gênero de comédias românticas. Escolhi dois filmes franceses do diretor Cédric Klapisch para opinar. O Albergue Espanhol e Bonecas Russas é o título em português e para quem ainda não assistiu nenhum dos filmes, é preciso saber que a história começa com O Albergue Espanhol e só depois de alguns anos, surgiu a sequência do filme, Bonecas Russas. 

O Albergue Espanhol mostra um jovem francês, estudante de literatura, que está de malas prontas para passar 1 ano em Barcelona, longe de sua mãe e de sua namorada Martine (Audrey Tautou). O seu endereço será um modesto albergue repleto de estudantes de vários países, mas nas questões de amizade e relacionamentos, todos parecem falar a mesma língua. Na minha opinião, todo o estudante deveria assistir esse filme, ele traz muitas lembranças. É difícil não se identificar com um dos personagens, tem os mais sérios, os bobinhos e os mais irreverentes, mas todos os personagens são divertidos. Eu sempre tive vontade de fazer um intercâmbio e esse filme é simplismente perfeito para quem também sonha com isso. Eu queria morar naquele albergue, fazer amizades com aquelas pessoas, ter as mesmas discussões e passear pelos lugares que eles visitaram. O filme termina e você quer ver mais, é impossível o espectador não imaginar o que acontecerá com todos os personagens no futuro. 

Bonecas Russas existe para matar essa curiosidade do espectador. Os personagens já estão formados, cada um deles mora em seu país de origem e todos passaram 5 anos sem se encontrar, mas no momento em que um dos personagens resolve se casar com uma bailarina russa, todos relembram os bons tempos. Xavier continua o mesmo, com problemas nos seus relacionamentos, não sabe se ainda gosta de sua ex-namorada, Martine e está em um trabalho que não o deixa feliz. Mas ele tem a chance de se reunir com uma de suas colegas do albergue para trabalhar em um roteiro de novela francesa e esse encontro causará o conflito do filme. 

Apesar dos filmes se completarem, eles focam em temas diferentes, a história vai amadurecendo junto com os personagens e com o espectador. O primeiro filme é sobre amizade, já o segundo é sobre relacionamentos. Quem era um universitário na época que O Albergue Espanhol foi lançado, também se indentificou com Bonecas Russas. Eu recomendo ambos os filmes, quem só assistiu o primeiro filme, deve ir correndo ver Bonecas Russas. O cenário é maravilhoso, Espanha, França, Rússia e Inglaterra, parece que você está viajando junto com os personagens. A história é cativante e tem o desfecho ideal para cada um deles. Vale a pena conferir.

Aqui vai um trailer de mais um lançamento francês, chamado "L'arnacoeur". É uma comédia romântica com o mesmo ator que interpretou Xavier, Romain Duris e com a esposa de Johnny Depp, Vanessa Paradis.

video



nanomag

Publicitária, cinéfila e blogueira nas horas vagas. Vivo em Curitiba, sou formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.


0 comentários on “Críticas: L'auberge espagnole & Les poupées russes

    Sua opinião é muito importante!